ICL Notícias

6 dicas para conhecer o legado e a história de Malcolm X

Filmes e livros que contam parte da vida e da luta antirracista desse importante ativista americano
17 de novembro de 2023

1. Livro “Malcom X: uma vida de reinvenções”, de Manning Marable

Escrito por Manning Marable, a biografia foi traduzida para o português pelo Berilo Vargas e publicada pela Editora Companhia das Letras, ganhou do prêmio Pulitzer de 2012 revela as muitas transformações e lutas na vida do mais radical militante antirracista dos Estados Unidos.

2. Filme “Malcom X”, de Spike Lee

Filme que trata a trajetória de Malcom, interpretado no longa pelo ator Denzel Washington, foi produzido em 1992 baseado no livro “The Autobiography of Malcolm X”, contada pelo próprio Malcolm para o escritor Alex Haley

3. Documentário “Quem matou Malcolm X?”

Série documental da Netflix lançada em 2020, dividida em seis episódios, conta a história de Malcolm X e seu assassinado que até hoje não se sabe realmente quem mandou matá-lo.

O documentário aponta grandes lacunas na investigação do FBI sobre o caso e expõe uma rede de intrigas entre mulçumanos, a qual Malcolm fez parte. Além disso, revela novas evidências e novos suspeitos do assassinato.

4. Livro “A autobiografia de Malcom X”

 

Lançado em 1965 nos Estados Unidos, a Autobiografia de Malcolm X produzida em co-autoria com Alex Haley, conta a história de Malcom e do movimento antirracista e da luta negra pelos direitos civis nos Estados Unidos do século XX.

5. Livro “Há uma revolução mundial em andamento: discursos de Malcolm X”

 

A coletânea, publicada pela LavraPalavra Editorial em parceria com a Revista Clio Operária, concentra em suas duzentas páginas discursos proferidos por Malcolm após sua ruptura com a “Nação do Islã” e sua viagem à Meca e à África, em 1964.

6. Livro “Fidel e Malcom X: memórias de um encontro”

 

Fidel e Malcolm X: Memórias de um Encontro foi compilado por Rosemari Mealy com contribuições de cubanos e norte-americanos que deram suas perspectivas como historiadores, poetas, jornalistas e ativistas políticos. O livro foi publicado pela primeira vez em 1993. Na introdução à segunda edição, de 2013, Mealy explica que o livro foi “inspirado pelo simpósio ‘Malcolm X Speaks’, de 1990, em comemoração ao 65º aniversário de Malcolm X realizado em Cuba.” O simpósio foi organizado por Mealy e Assata Shakur e hospedado pelo Centro Cultural Casa De Las Américas, em Havana.

Fonte: Página do MST

Deixe um comentário

Mais Lidas

Assine nossa newsletter
Receba nossos informativos diretamente em seu e-mail