ICL Notícias

Brasil registra 3.422 denúncias de trabalho análogo à escravidão em 2023

País registra maior número de casos desde a criação do serviço Disque 100, em 2011. Sudeste lidera resgastes
6 de janeiro de 2024

O Brasil enfrenta uma crescente no número de pessoas em condições de trabalho escravo, registrando 3.422 denúncias protocoladas em 12 meses, um aumento de 61% em relação a 2022.

De acordo com o Ministério dos Direitos Humanos e da Cidadania, o número representa o maior desde a criação do Disque 100, serviço que permite denúncias anônimas sobre violações de direitos humanos, em 2011.

As denúncias de trabalho análogo à escravidão compreendem 19% do total de denúncias recebidas pelo serviço, indicando que a cada cinco denúncias em 2023, uma era relacionada a essa prática.

O Código Penal, artigo 149, define como trabalho análogo à escravidão a “submissão (..) “a trabalhos forçados”, “jornadas exaustivas”  ou “condições degradantes”, (..) muitas vezes associadas a “dívida contraída com o empregador.”

Nos últimos três anos, o país tem observado um aumento constante no número de relatos, com 1.915 em 2021, 2.119 em 2022 e, agora, o recorde de 3.422 em 2023.

Apesar do aumento nas denúncias, dados do Ministério do Trabalho e Emprego mostram um crescimento no número de pessoas resgatadas em situações análogas à escravidão, atingindo o maior índice dos últimos 14 anos, com o resgate de 3.151 trabalhadores no ano passado.

REGIÕES E ESTADOS

O Sudeste, segundo números levantados até 8 de dezembro de 2023, lidera os resgates (1.129), seguido pelo Centro-Oeste (773), Sul (495), Nordeste (482) e ,o último, Norte (160).

Os estados com os maiores números de resgates incluem Goiás (692), Minas Gerais (632), São Paulo (387), Rio Grande do Sul (333) e Piauí (158).

Dentre as atividades nas áreas rurais encontram-se as lavouras de café (300 resgates) e cana-de-açúcar (258 resgates), enquanto nas áreas urbanas, as obras de urbanização lideraram com 18 resgates.

Com informações do G1

 

 

Deixe um comentário

Mais Lidas

Assine nossa newsletter
Receba nossos informativos diretamente em seu e-mail