ICL Notícias

Alvo de ataque com faca, motoboy negro é indiciado junto com agressor no RS

Everton Henrique Goandete da Silva vai responder por desobediência. Caso ocorreu no dia 17 de fevereiro, em Porto Alegre
23 de fevereiro de 2024

O motoboy negro Everton Henrique Goandete da Silva, alvo de ataque à faca cometido por Sérgio Camargo Kupstaitis, no último dia 17, em Porto Alegre, foi indiciado pela Polícia Civil do Rio Grande do Sul por lesão corporal leve e desobediência.

Segundo o inquérito, concluído nesta sexta-feira (23), o motoboy, apesar de ser vítima, vai responder por desobediência por, supostamente, ter resistido à prisão. Já o agressor foi indiciado por lesão corporal leve.

O fato ocorreu no dia 17 de fevereiro, no bairro Rio Branco, na capital gaúcha. Após o ataque, uma equipe do 9º Batalhão da Brigada Militar (BM) chegou ao local, mas somente o motoboy foi algemado.

De acordo com a Folha de São Paulo, o motoboy foi levado para a 2ª Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento no porta-malas de uma viatura BM, enquanto o agressor seguiu, no banco de trás, de outro veículo da corporação.

Prematura

A defesa de Everton Henrique Goandete da Silva informou que “lamenta a conclusão prematura do inquérito e mesmo da sindicância, bem como a ausência de imagens da agressão inicial de Sérgio”.

A defesa de Sérgio Camargo Kupstaitis não foi encontrada para se manifestar.

Brigada militar

Sindicância da Brigada Militar que apurou a conduta dos PMs durante a ação, afirma que não houve racismo por parte dos agentes. A BM, no entanto, apontou transgressão disciplinar.

Isso porque os policiais permitiram que o agressor fosse sozinho até em casa antes de ser detido e, em seguida, conduzido a uma delegacia no banco traseiro de uma viatura. O motoboy, no entanto, foi levado no porta-malas de outro carro da corporação.

 

Deixe um comentário

Mais Lidas

Assine nossa newsletter
Receba nossos informativos diretamente em seu e-mail