ICL Notícias

O Brasil venceu ontem a seleção do Peru, pelas Eliminatórias para a Copa de 2026, por 1×0, e alcançou a liderança de seu grupo, deixando para trás a Argentina. Apesar disso, o desempenho não foi à altura do que torcedores e comentaristas esperavam do time de Fernando Diniz. A seleção brasileira teve dificuldade de vencer a forte marcação peruana e o gol da vitória só saiu aos 44 minutos do segundo tempo.

Marquinhos cabeceou a bola que veio de um escanteio cobrado por Neymar, pela ponta esquerda.

Foram muito poucas as chances de gol criada pelos jogadores brasileiros. Ainda no primeiro tempo, Richarlison concluiu para o fundo das redes, mas o lance foi anulado pelo VAR, já que o atacante estava em impedimento.

A se notar que os juízes que operam o VAR levaram longos sete minutos para decidir se a linha eletrônica traçada na imagem confirmava ou não o impedimento.

Fernando Diniz não mudou o time no intervalo, mas no decorrer do segundo tempo colocou Gabriel Jesus, Vanderson, Joelinton e Martinelli. O time pressionou, mas sem criar jogadas perigosas e sem exibir o futebol envolvente que foi motivo de elogios no jogo anterior, contra a Bolívia.

A seleção peruana, dos veteranos Paolo Guerrero e Yotún, conseguiu fazer marcação forte até o fim da partida, sem, no entanto, levar grandes perigos ao gol do Brasil.

O próximo jogo da seleção vai ser no dia 12 de outubro, contra a Venezuela, em Cuiabá, e contra o Uruguai, em Montevideu, no dia 17.

Deixe um comentário

Mais Lidas

Assine nossa newsletter
Receba nossos informativos diretamente em seu e-mail