ICL Notícias

Traficante foi flagrado ao pegar produtos em empresa de influencer

Em depoimento em 2019, traficante citou nominalmente a Anidrol, empresa de Cariani
19 de dezembro de 2023

No âmbito de um inquérito aberto em 2016, o traficante chamado David Biassio Matias foi flagrado em frente à empresa Anidrol, do empresário e influencer Renato Cariani. De acordo com a polícia, o criminoso retirava na Anidrol produtos para fabricar lança-perfume. Biassio Matias acabou sendo preso em flagrante em 2017 por tráfico de drogas.

Segundo reportagem do Fantástico, que teve acesso ao inquérito, ao depor dois anos após a prisão, o traficante citou nominalmente a Anidrol. Segundo ele, se tratava do laboratório que entregava os produtos químicos, e acrescentou que a empresa tinha um tempo de embalo e preparação. Na época, a Polícia Civil de São Bernardo do Campo investigava uma quadrilha traficava drogas no ABC.

Como conclusões da investigação, a Polícia Civil descobriu que o traficante comprava substâncias para produzir lança-perfume na Anidrol. O produto, segundo o inquérito, não era de compra controlada. Ainda assim, os próprios investigadores apontaram “má conduta” da empresa em pelo menos outras 12 investigações em que traficantes utilizavam produtos da Anidrol.

Sem colaboração de Cariani

A polícia também chamou Cariani para ir à delegacia. Segundo os registros, o empresário disse que colaboraria com a investigação. No entanto, mais de 40 dias após o pedido, Renato Cariani não apresentou nada na delegacia.

Há, então, uma sugestão da polícia para que a Anidrol fosse investigada. Entretanto, não só não há nova informação sobre o pedido, como a Justiça também nunca se manifestou sobre a solicitação. A investigação, porém, leva à condenação da quadrilha a várias penas por tráfico e associação para o tráfico.

Na época, Renato Cariani e a sócia dele, Roseli Dorth, afirmaram que o produto que eles revendiam não era controlado pela Anvisa ou pela Polícia Federal. Eles confirmaram as compras do traficante na Anidrol, e disseram que ele era um cliente conhecido. Ambos negaram qualquer conhecimento de uso ilícito da substância.

Renato Cariani. Foto: Reprodução/Instagram Renato Cariani

Deixe um comentário

Mais Lidas

Assine nossa newsletter
Receba nossos informativos diretamente em seu e-mail