ICL Notícias

Igreja Universal de evento da PMDF faz homenagem a Coronel preso pelo 8/1

Anderson Torres, então ministro da Justiça, também participou da cerimônia, que aconteceu em 2021
1 de março de 2024

Coronel Naime recebe homenagem em Igreja Universal que PM fez reunião. Foto: Rafael Araújo/ PMDF

Por Karla Gamba

O coronel Jorge Naime, preso por suspeita de omissão nos ataques de 8 de janeiro de 2023, recebeu uma homenagem de evangélicos, em 2021, na mesma Igreja em que um batalhão da PMDF se reuniu na última terça-feira (27).

Homenagem na Igreja Universal

Na ocasião, Naime representou o então comandante-geral da corporação, coronel Márcio Cavalcante de Vasconcelos. Ministro da Justiça à época, Anderson Torres também participou da cerimônia.

O evento aconteceu em agosto de 2021 e chegou a ser divulgado no site da PMDF. Jorge Naime era chefe do Departamento de Operações (DOP), cargo que ocupou até depois de 8 de janeiro — quando foi afastado e depois preso:

“Ficamos engrandecido (sic) pelo reconhecimento feito nesta homenagem. Agradeço em nome da PMDF a homenagem e gostaria de frisar que nossa principal função é proteger e servir”, afirmou o coronel Naime durante a cerimônia, que contou com plateia de policiais militares e bombeiros do Distrito Federal.

Anderson Torres, então ministro da Justiça, discursa para policiais na Igreja Universal. Foto: Rafael Araújo/PMDF

Anderson Torres também discursou parabenizando os presentes:

“Juntos vamos vencer”, declarou Torres.

MP-DF quer investigação de reunião

Na última terça (27), o 6º Batalhão da Polícia Militar do DF realizou um evento no mesmo templo da Igreja Universal, localizado na região central de Brasília. A reunião dos policiais foi revelada pela coluna, com a publicação de um vídeo exclusivo.

Após a revelação, o Ministério Público do Distrito Federal apresentou um pedido de afastamento cautelar do tenente-coronel Rodrigo da Silva Abadio, comandante do batalhão. A promotoria militar solicitou também que a Corregedoria-Geral da PM abra uma investigação sobre o caso em até cinco dias.

O evento “Formatura Geral” contou com a presença de policiais que foram convocados em escala extra na noite anterior. Mesmo os que estavam de folga tiveram que participar.

Um transporte também foi oferecido para quem quisesse ir da sede do batalhão e até a igreja.

Mensagem enviada no dia anterior explicita chamada para todo efetivo e existência de transporte

Conhecido como “Batalhão dos Poderes”, o efetivo da PM que participou da reunião é responsável pela segurança da região da Esplanada dos Ministérios.

Veja vídeo do evento, publicado com exclusividade:

Deixe um comentário

Mais Lidas

Assine nossa newsletter
Receba nossos informativos diretamente em seu e-mail