ICL Notícias

A jornalista Cristina Serra comentou ontem na live do ICL Notícias sobre o ataque indiscriminado feito por Israel a Gaza, que não respeita jornalistas, trabalhadores de assistência humanitária e profissionais de saúde.

“Hospitais de Gaza já estão em colapso. O Médicos Sem Fronteiras tem um hospital nessa região que Israel mandou esvaziar. A organização recebeu um aviso de que teria duas horas para sair”, diz ela.

Cristina lembra que há pessoas nesses hospitais que dependem de equipamentos que se forem desligados não sobreviverão. Ela diz que esse ultimato corresponde a uma sentença de morte.

“Uma coisa recorrente no discurso extremista israelense é que o Hamas usa escolas e hospitais como fachada para instalações militares e armamentistas. Nesse caso, não dá para dizer isso. Afinal, são os Médicos Sem Fronteiras”, lembra Cristina.

A organização emitiu nota em que apela à proteção de pacientes e profissionais.

A jornalista diz que se essa incursão for confirmada vai se configurar um crime de guerra.

Médicos que estão nessa região ameaçada de Gaza e se recusam a abandonar seus pacientes para fugir já teriam ligado para colegas e parentes em outros países para se despedir, diante da iminência de um ataque mortal.

Deixe um comentário

Mais Lidas

Assine nossa newsletter
Receba nossos informativos diretamente em seu e-mail