ICL Notícias

Equipe do ICL conta quais são as expectativas para o novo ano

Apresentadores e comentaristas dos programas ICL Notícias, Desperta, Em Detalhes, Rolê ICL e Sinapse dizem o que esperam dos próximos 365 dias
1 de janeiro de 2024

Ao cruzar a fronteira de 2023 para 2024, o Portal foi descobrir o que esperam desse ano que começa a turma que apresenta e participa dos programas ICL Notícias, Desperta, Sinapse, Em Detalhes e Rolê ICL, exibidos no canal do Instituto Conhecimento Liberta no YouTube.

Na maioria das falas, a torcida pela paz, pelo fortalecimento da democracia e pela vitória sobre a ameaça autoritária que ronda o Brasil.

Aí vão as respostas à pergunta: qual a sua expectativa para o ano de 2024?

Eduardo Moreira

“2024 é, certamente, um dos anos mais difíceis para se fazer previsões. Mudanças tecnológicas brutais, guerras envolvendo potências nucleares, eleições nos Estados Unidos e China voltando da pandemia a todo vapor tornam os cenários econômico e político absolutamente incertos”.

Chico Pinheiro

“O ano que começa traz em seu calendário uma data fundamental para o nosso futuro: 6 de outubro, dia de votar. Nesse dia, mais de 5 mil candidatos sairão das urnas como prefeitos e quase 60 mil se tornarão vereadores. Além de suas atribuições como agentes públicos locais, serão os principais cabos eleitorais em 2026, na definição de novos deputados, governadores, senadores e presidente. Portanto, minha mensagem para o ano novo é a luta conjunta e constante na defesa do Estado Democrático de Direito e no combate a todas as formas de injustiça. Somente a educação política, nas bases sobretudo, pode nos dar a vitória. Aí está o caminho para começarmos a vencer as desigualdades e a opressão sobre milhões de irmãs e irmãos que merecem um Brasil melhor. Borandá???

Borandá, compas! E 2024 virá bom!”

William De Lucca

“Eu costumo ser sempre mais pessimista em relação a tudo e isso tem a ver com a realidade ter nos mostrado que as coisas podem sempre piorar da pior forma possível. HAAH

O Brasil deve continuar no seu rumo de crescimento econômico e social, com Lula investindo na conciliação para que, talvez, no biênio 2025-2026 possa implementar a parte mais arrojada do seu projeto. Um problema neste meio do caminho são as eleições municipais que colocam em voga novamente a polarização Bolsonaro–Lula com muitos bolsonaristas liderando as pesquisas em diversas cidades importantes. Será um ano de eleição difícil para o campo progressista e de polarização local”.

Heloisa Villela

“Que venha 2024 com mais humanidade! Em especial na Faixa de Gaza e nas comunidades brasileiras, que precisam da nossa solidariedade como nunca”.

Leandro Demori

“Que 2024 nos traga Sérgio Moro cassado, Bolsonaro preso e o amor solto”.

Rodrigo Vianna

“2024, no Brasil, deve ser mais um ano de desidratar o golpismo fardado e o bolsonarismo, com a força das instituições judiciais democráticas. E um ano de reconstrução na economia: é preciso investir num novo ciclo de desenvolvimento, para que o país não dependa só do agro e gere empregos de qualidade — reduzindo a precarização do mercado de trabalho.

O Brasil terá, também, um papel decisivo no mundo diante do extremismo de direita, que segue a avançar aproveitando as brechas da crise sem fim do capitalismo atlântico.

Resumo da ópera:
– Democracia e empregos de qualidade no Brasil…
– BRICS mais fortes para construir um novo mundo sobre os escombros do capitalismo em crise”.

Roberta Garcia

“Que em 2024 possamos ser mais leves em relação ao que cobramos de nós e esperamos das outras pessoas. Que se inicie um novo ciclo de realizações e encontros porque a luta é diária. Saúde! E celebração a cada pequena conquista. Estamos juntes!”

Gabriela Varella

“Espero por um cessar-fogo definitivo em Gaza, um ponto final no genocídio que atinge principalmente mulheres e crianças palestinas. Que elas possam sonhar.

Também espero pelo surgimento de novas lideranças nas eleições municipais no Brasil. Novas lideranças no melhor sentido da palavra: que lutem contra a maré da velha política e contra o projeto de necropolítica construído nos últimos anos. Para mim, não existe outra saída que não seja coletiva”.

Juliana Dal Piva

“Eu espero que em 2024 a justiça seja de fato exercida e a aplicação da lei alcance os tantos que sempre fugiram dela. Também espero, de coração, que a gente não precise noticiar tantos assassinatos e outras violências que tanto nos marcam. É um pouco Poliana, eu sei. Faremos o nosso trabalho se for necessário, mas eu desejo mesmo que a gente possa viver com um pouco mais de paz.”

Juca Kfouri

“Que em 2024 o Congresso Nacional deixe de ser empecilho das ações governamentais que visem os excluídos, que o Brasil volte a sair do mapa da fome e que o Corinthians volte a ser campeão. Se os dois primeiros desejos se cumprirem, abro mão do terceiro”.

Cesar Calejon

“Continuar a revolução ICL em 2024! Lutar por emancipação popular via pensamento crítico!”

Guga Noblat

“Que, em 2024, os sonhos dos brasileiros se realizem, ou seja, Jair Bolsonaro na cadeia. Que seja um ano em que a economia mais uma vez surpreenda positivamente os pessimistas ou os que torcem contra o país. Mais um ano para afastar de vez o risco dos fascistas retornarem ao poder”.

 

Outros integrantes da equipe que aparecem nos programas do canal ICL são Vivian Mesquita, Cristina Serra, Xico Sá, Jessé Souza e Lenio Streck, cujos textos mais recentes você pode encontrar aqui, na editoria Colunistas do portal.

Deixe um comentário

Mais Lidas

Assine nossa newsletter
Receba nossos informativos diretamente em seu e-mail