ICL Notícias

Exército de Israel mata por engano três reféns durante operação em Gaza

Israelenses foram assassinados por militares em Shijaiyah. Benjamin Netanyahu lamenta 'tragédia'
15 de dezembro de 2023

O Exército de Israel reconheceu hoje ter erroneamente matado três reféns do Hamas durante uma operação em Gaza. O trio foi confundido com integrantes do grupo palestino e foram mortos a tiros pelos soldados israelenses. É primeira vez que o governo de Benjamin Netanyahu assume a responsabilidade ativa pela execução de reféns.

“É uma tragédia insuportável. Todo o Estado de Israel lamentará esta noite. Meu coração está com as famílias enlutadas nesse momento difícil”, afirmou o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu.

O incidente ocorreu em uma “zona de combate ativa” em Shijaiyah, bairro da Cidade de Gaza, no Norte do território palestino, onde os soldados israelenses enfrentavam uma “batalha contínua” contra o Hamas.

“Durante combates em Shijaiyah, o Exército identificou erroneamente três reféns israelenses como uma ameaça. Como resultado, os soldados dispararam contra eles”, informou, em comunicado, o governo israelense.

Os reféns identificados são Yotam Haïm e Samer al Talalka foram repatriados para Israel. A pedido da famíla, a terceira vítima não teve a identidade revelada.

O Exército expressou, ainda, “forte arrependimento” pelo trágico incidente e afirmou continuar buscando outros reféns do Hamas.

 

Deixe um comentário

Mais Lidas

Assine nossa newsletter
Receba nossos informativos diretamente em seu e-mail