ICL Notícias

Filho de Bruno Pereira tem câncer avançado e mãe faz vaquinha para pagar tratamento

Até a manhã desta sexta-feira (05), a campanha já tinha atingido o valor de R$ 545.641,69
5 de janeiro de 2024

Filho do indigenista Bruno Pereira, assassinado em junho de 2022 no Amazonas, o pequeno Pedro, de apenas cinco anos, está em tratamento de um neuroblastoma em estágio 4. Para custear o tratamento, que exige medicamentos de aproximadamente R$ 88 mil a unidade, a família realiza uma vaquinha online.

Até a manhã desta sexta-feira (05), a campanha já tinha atingido o valor de R$ 545.641,69. 6276 já participaram da campanha. A meta estipulada na vaquinha é de R$ 2 milhões para arcar com o tratamento de Pedro, que é filho de Bruno Pereira com a antropóloga Beatriz de Almeida.

Segundo Beatriz, no texto da campanha, Pedro faz tratamento de quimioterapia na rede pública de saúde há cinco meses. O medicamento que precisa ser utilizado no tratamento (betadinutuximabe) precisa ser importado e não é oferecido pelo SUS.

No texto, Beatriz ressalta ainda a luta de Bruno Pereira na defesa dos povos originários da Amazônia.

“Bruno dedicou a vida à Amazônia. Denunciou o garimpo ilegal e a pesca predatória. Combateu o desmatamento e a grilagem de terras. Enfrentou os invasores das áreas protegidas. Lutou pelos povos indígenas. Defendeu a floresta, o nosso futuro, o futuro dos nossos filhos”, escreveu.

Bruno foi assassinado em junho de 2022, junto do jornalista britânico Dom Phillips, 57 anos, próximo a terra indígena do Vale do Javari, em Atalaia do Norte, no estado do Amazonas. A PF (Polícia Federal) concluiu que o mandante do assassinato foi traficante Rubens Villar, conhecido como “Colômbia”, suspeito de liderar uma organização criminosa de pesca ilegal na região da Terra Indígena Vale do Javari.

As doações podem ser feitas através do link. O doador precisa informar os dados pessoais e indicar o valor que deseja contribuir. O pagamento pode ser cartão de crédito, boleto bancário ou Pix.

 

 

 

Deixe um comentário

Mais Lidas

Assine nossa newsletter
Receba nossos informativos diretamente em seu e-mail