ICL Notícias

Força-tarefa cerca fazenda onde fugitivos de Mossoró foram vistos

Rogério Mendonça e Deibson Nascimento teriam invadido galpão agrícola na propriedade
3 de março de 2024

Com helicópteros, drones, cães farejadores, tecnologia avançada e mais de 600 policiais, incluindo equipes de elite da Polícia Federal, a força-tarefa que busca os fugitivos da penitenciária de Mossoró entrou no 19º dia de buscas neste domingo (3) com um novo cerco. Houve um novo cerco em uma fazenda de Baraúna, onde moradores disseram ter visto os dois na madrugada.

Rogério da Silva Mendonça, de 35 anos, e Deibson Cabral Nascimento, 33, primeiros fugitivos da história do sistema prisional federal (criado em 2006), teriam invadido um galpão agrícola na propriedade, segundo a TV Globo.

Helicópteros e drones com sensores térmicos sobrevoam o trecho em busca dos fugitivos.

Segundo os investigadores, eles invadiram o galpão e chegaram a agredir o proprietário do local, quando ele informou que não tinha celular. Depois disso, os suspeitos fugiram. Os investigadores acreditam que eles buscavam, além de comunicação, comida.

Força-tarefa continua buscando fugitivos, que fugiram de presídio há 20 dias

Força-tarefa continua buscando fugitivos, que fugiram de presídio há 20 dias

Força-tarefa: buscas em mata fechada

O proprietário da fazenda foi quem chamou a polícia. No terreno, há uma casa abandonada e também uma área de mata fechada.

A força-tarefa também informou que os dois detentos teriam sido vistos no sábado em um assentamento agrícola próximo à plantação de bananas, onde foram flagrados por duas agricultoras na quinta-feira (29).

Segundo o Metrópoles, uma mulher, moradora da região de Vila Nova II, zona rural de Baraúna, disse ter visto os fugitivos com roupas sujas e comendo banana em uma plantação. O encontro teria acontecido na noite de quinta-feira (29/2).

 

Deixe um comentário

Mais Lidas

Assine nossa newsletter
Receba nossos informativos diretamente em seu e-mail