ICL Notícias

Mercado de Trabalho: 4 tendências para ficar de olho em 2024

O futuro do trabalho terá enormes transformações cujos indícios já podem ser sentidos hoje
19 de dezembro de 2023

A tecnologia, responsável por diversas mudanças na sociedade, provoca efeitos no mercado de trabalho dos dias de hoje e com enorme perspectivas de transformações para o ano de 2024. Um levantamento realizado pela Forbes Brasil revela quatro tendências que dominaram o mundo do trabalho no próximo ano.

Geração Z

Os nascidos entre 1995 e 2010, que são da chamada ‘Geração Z’, devem constituir 23% da força de trabalho mundial até 2024 e serão peças importantes para o futuro do mercado de trabalho. Essa geração, que viu os pais passaram por fenômenos como a luta contra a recessão ou inflação enquanto cresciam e vivenciaram a pandemia de Covid-19, deve trazer novas possibilidades e ideia para o mundo do trabalho.

Novas ferramentas, com a Inteligência Artificial (IA) e outras tecnologias tendem a ser facilmente absorvidas pela Geração Z. Executivos acreditam que, graças à inteligência artificial, quase metade (49%) das competências da força de trabalho hoje não serão relevantes daqui a dois anos, mostra uma pesquisa divulgada pela edX, plataforma de educação das universidades Harvard e MIT.

Os Millennials, e as gerações anteriores, como a Geração X e os Baby Boomers, precisam se preparar para a onda de talentos da Geração Z que chega ao mercado e acolher esse novo conjuntos de competências, ao mesmo tempo que os ajudar a treinar e a desenvolverem sua lacuna de habilidades interpessoais, as soft skills.

Inteligência Artificial

A Inteligência Artificial (IA) Generativa deve impactar o mercado de trabalho, também. Cerca de 23% das ocupações devem se modificar até 2027, segundo um estudo elaborado pelo Fórum Econômico Mundial com o apoio da Fundação Dom Cabral.

Segundo relatório da consultoria EY, as IAs devem ter “um impacto descomunal no mercado de trabalho, nas carreiras e nos caminhos de aprendizagem, e nas realidades do trabalho.”

Novos modelos de trabalho

A pandemia de Covid-19 provocou uma transformação nos modelos de trabalho, no Brasil e no mundo. O trabalho híbrido e remoto continuam sendo os mais procurados pelos trabalhadores no Brasil, de acordo com o o índice de confiança Robert Half.

74% dos empregados atualmente trabalhando querem fazê-lo de forma híbrida ou remota ao longo do próximo ano. Já entre os que estão procurando trabalho, 78% também procuram esse modelo.

Projetos e Atividades Paralelas

Aproximadamente 70% da Geração Z e 50% dos millennials admitem envolvimento em algo além de sua ocupação principal. Essa tendência não surpreende, considerando a inflação e o aumento do custo de vida, variando conforme o país.

O marketing de influenciadores experimentou um aumento específico como ocupação secundária, com o mercado de influenciadores alcançando cerca de US$ 21,1 bilhões em 2023, representando um aumento de 29% em relação ao ano anterior. Essa realidade é evidente nas gerações mais jovens, embora sinais de adesão a essa tendência por parte das gerações mais antigas estejam se tornando perceptíveis.

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

Mais Lidas

Assine nossa newsletter
Receba nossos informativos diretamente em seu e-mail