ICL Notícias

Ministro diz que Israel vai retomar ataques após trégua com ‘total poder militar’

Diretor da Organização Mundial da Saúde, Tedros Adhanom Ghebreyesus, saúda pausa humanitária, mas diz que "é necessário muito mais”,
24 de novembro de 2023

O ministro da Defesa de Israel, Yoav Gallant, repetiu a posição do governo israelense de que a trégua de quatro dias é apenas uma “breve pausa”, após a qual Israel retomará a operação com “total poder militar”.

“Não vamos parar até atingirmos os nossos objetivos: a destruição do Hamas e o regresso dos reféns de Gaza para Israel – há 240 reféns e é algo que não podemos aceitar e não podemos tolerar”, disse o ministro da Defesa ao seu homólogo italiano, que estava em visita a Tel Aviv, de acordo com seu escritório.

Israel matou mais de 14.850 palestinos, incluindo cerca de 6.150 crianças, durante o que chama de guerra contra o Hamas, após o ataque do grupo em 7 de outubro.

Apesar do cessar-fogo, milhares de palestinos que buscavam retornar para suas casas no norte da Faixa de Gaza encontram resistência das forças israelenses. O Exército sionista impede a passagem dos moradores por considerar uma área estratégica para o conflito.

Numa publicação no X, o diretor da Organização Mundial da Saúde, Tedros Adhanom Ghebreyesus, saúda o início da pausa humanitária e a entrada de ajuda em Gaza, chamando-a de “um passo na direção certa”.

“Mas é necessário muito mais”, alertou.

“Continuamos a apelar a um cessar-fogo sustentável para acabar com o sofrimento civil.”

Deixe um comentário

Mais Lidas

Assine nossa newsletter
Receba nossos informativos diretamente em seu e-mail