ICL Notícias

Pisa no Brasil: mesmo alunos ricos estão abaixo da média mundial em Matemática

Alunos mais privilegiados também tiveram um rendimento abaixo de estudantes com o mesmo nível socioeconômico em países com o mesmo perfil do Brasil
6 de dezembro de 2023

Divulgado ontem, terça-feira (5), o Pisa — principal exame em educação a nível mundial — revelou que, no Brasil, mesmo os estudantes brasileiros mais ricos tiveram desempenhos abaixo da média internacional. Os alunos mais privilegiados também tiveram um rendimento abaixo de estudantes com o mesmo nível socioeconômico em países com o mesmo perfil do Brasil.

Mesmo abaixo da média mundial, o desempenho dos alunos brasileiros ricos indica que o status socioeconômico está diretamente relacionado ao resultado no exame de Matemática. Esse fator é responsável por 15% da variação da performance dos alunos no Brasil e também na média da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

Entretanto, o relatório mostra que os os alunos mais ricos no Brasil tiveram um desempenho em Matemática abaixo da média da OCDE. O modo como se estrutura o perfil dos social, cultural e econômico do Pisa permite que os estudantes que façam o teste possam ser comparados com alunos do mesmo nível socioeconômico de outros países.

Os resultados demonstram que alunos brasileiros em todos os estratos sociais foram piores em Matemática que estudantes de perfil socioeconômico parecido, em países que equivalem ao Brasil no ranking. É o caso de Turquia e Vietnã, segundo o relatório da OCDE.

As notas dos alunos brasileiros que integram os 25% mais ricos não ficaram acima da média de 472 pontos da OCDE. Como comparativo, os 25% mais ricos da Turquia e do Vietnã fizeram mais de 500 pontos em Matemática.

O QUE É O EXAME 

O Pisa avalia o desempenho de estudantes de 15 e 16 anos e é realizado a cada três anos pela OCDE em 81 países, entre membros e parceiros da organização.

O último exame deveria ter ocorrido em 2021, mas foi adiado para 2022 por causa da pandemia de Covid. Os resultados dessa avaliação foram divulgados na terça-feira (5)

O Brasil teve média de pontos de 379 em Matemática, 93 pontos abaixo da média da OCDE, que é de 472 pontos.

O desempenho dos estudantes brasileiros acabou sendo bem menos afetado pela pandemia do que o resto do mundo. Ainda assim, o Brasil continua com resultados bem aquém da média de outros estados no Pisa.

O exame se caracteriza por avaliar conhecimentos de Matemática, leitura e ciências.

Com informações da repórter Letícia Mori, BBC Brasil

Deixe um comentário

Mais Lidas

Assine nossa newsletter
Receba nossos informativos diretamente em seu e-mail