ICL Notícias

Segunda noite de desfiles na Sapucaí terá homenagens a Alcione e João Cândido

Abertura será com a Mocidade. Festa vai terminar com a vice-campeã de 2023, a Viradouro
12 de fevereiro de 2024

A segunda noite de desfiles na Marquês de Sapucaí vai reunir mais seis escolas de samba do Grupo Especial do Rio de Janeiro.

A ordem dos desfiles foi definida em sorteio e terá a vice-campeã do Carnaval 2023 — Viradouro — fechando a noite.

Cada desfile tem duração mínima de 60 minutos, podendo se estender a, no máximo, 70 minutos.

A apuração do resultado do Carnaval será realizada, como tradicionalmente, na Quarta-feira de Cinzas (14).

Mocidade — 22h

Abrindo o desfile, a Mocidade Independente de Padre Miguel vai apresentar o enredo “Pede caju que dou… Pé de caju que dá!”, do carnavalesco Marcus Ferreira.

A escola da zona oeste carioca tratará das histórias, lendas e curiosidades de uma das frutas mais admiradas do Brasil.

Portela — entre 23h e 23h10

Escola com maior número de títulos — são 22 troféus –, a Portela vai mostrar o enredo “Um defeito de cor”, baseado no romance da escritora Ana Maria Gonçalves.

Sob o comando dos carnavalescos Antônio Gonzaga e André Rodrigues, a escola vai refazer os caminhos imaginados da história de Luísa Mahin, na perspectiva do filho, o advogado abolicionista Luís Gama.

Vila Isabel — entre 0h e 0h20h

A escola trará neste ano uma reedição do enredo “Gbala — Viagem ao Templo da Criação”, de 1993.

Originalmente desenvolvido por Oswaldo Jardim e agora trabalhado pelo carnavalesco Paulo Barros, o samba-enredo de Martinho da Vila vai falar sobre a importância das crianças para um mundo melhor.

Mangueira — entre 1h e 1h30

Homenageando a Marrom, como é conhecida a cantora Alcione, a Estação Primeira de Mangueira trará enredo “A negra voz do amanhã”.

Dos carnavalescos Annik Salmon e Guilherme Estevão, escola, além o tributo a Alcione, fará referências à terra natal da cantora, o Estado do Maranhão.

Paraíso do Tuiuti — entre 2h e 2h40

A escola de São Cristóvão vai entrar na avenida com o enredo “Glória ao Almirante Negro!”, do carnavalesco Jack Vasconcelos.

Com origem no Morro do Tuiuti, a agremiação vai homenagear a vida e história de João Cândido, marinheiro brasileiro que se empenhou na luta contra os maus tratos na Marinha e liderou a Revolta da Chibata.

Viradouro — entre 3h e 3h50

Para fechar a última noite de desfiles, a Viradouro entrará na Sapucaí com o enredo “Arroboboi, Dangbé”, do carnavalesco Tarcísio Zanon.

A agremiação de Niterói vai falar sobre a energia do culto ao vodum serpente, presente em manifestações africanas.

 

Deixe um comentário

Mais Lidas

Assine nossa newsletter
Receba nossos informativos diretamente em seu e-mail