ICL Notícias

PF cumpre quatro mandados de busca e apreensão após ataque hacker a Janja

Ordens foram expedidas pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e são cumpridas em Minas Gerais
12 de dezembro de 2023

A Polícia Federal está cumprindo quatro mandados de busca e apreensão no inquérito que investiga o ataque hacker à conta da primeira-dama Janja Lula da Silva na rede social X.

Expedidos pelo Supremo Tribunal Federal (STF), os mandados estão sendo cumpridos em Minas Gerais. Segundo a PF, os departamentos de combate a crimes cibernéticos e de inteligência policial estão à frente das investigações.

A conta da primeira-dama no X foi invadida por volta das 21h30 de segunda-feira (11). O hacker fez publicações ofensivas contra Janja, o presidente Lula e o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal.

A plataforma ainda levou uma hora e meia para retirar todas as postagens ofensivas feitas pelo hacker. O conteúdo, no entanto, não foi apagado, uma vez que servirá de elementos para subsidiar as investigações da PF.

DESABAFO

Hoje, Janja afirmou que foi vítima de mensagens misóginas e violentas. Segundo ela, os “posts machistas e criminosos” são “típicos de quem despreza as mulheres, a convivência em sociedade, a democracia e a lei”.

“O ódio, a intolerância e a misoginia precisam ser combatidos e, os responsáveis, punidos”, disse a primeira-dama em publicação no Instagram.

Deixe um comentário

Mais Lidas

Assine nossa newsletter
Receba nossos informativos diretamente em seu e-mail