ICL Notícias

Primeiros bombardeios após fim da trégua matam dezenas em Gaza

Israel acusa o Hamas de violar acordo de cessar-fogo com lançamento de foguete durante a madrugada; mais de 30 palestinos foram mortos com retomada dos ataques israelenses
1 de dezembro de 2023

Israel anunciou ter retomado o combate com o Hamas com o fim da trégua, previsto justamente para ocorrer nesta sexta-feira (1º). Segundo informações da Al Jazeera, logo após o fim da pausa, bombardeios israelenses mataram dezenas de pessoas em Gaza.

LEIA: No último dia de trégua, Hamas liberta oito reféns e Israel solta 30 prisioneiros

Por outro lado, dizem as autoridades israelenses que, durante a madrugada, um foguete lançado da Faixa de Gaza foi interceptado pelo Exército de Israel.

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, acusou o Hamas de infringir o acordo de cessar-fogo e, também, afirmou que o grupo islâmico se negou a libertar mais reféns.

SAIBA: A minutos do fim da trégua, Israel e Hamas acertam mais um dia de cessar-fogo

As informações locais em Gaza dão conta de que panfletos também são lançados à população no território. São  mensagens solicitando que as pessoas deixem, inclusive, área no sul da faixa que já foram bombardeadas.

Isso indica que, possivelmente, Israel vai expandir a ofensiva.

Ao todo, desde a retomada dos bombardeios, mais de 30 palestinos foram mortos pelos mísseis de Israel.

O que aconteceu nos dias de trégua

Durante o cessar-fogo, que durou sete dias, houve troca de reféns entre as partes envolvidas no conflito. Mais de 100 sequestrados pelo Hamas foram libertados, e 240 palestinos também foram soltos, a adolescentes presos por atirar pedras contra militares.

Além disso, durante a pausa, a Faixa de Gaza recebeu caminhões com ajuda humanitária destinada aos civis palestinos.

Deixe um comentário

Mais Lidas

Assine nossa newsletter
Receba nossos informativos diretamente em seu e-mail